DEFEITO E DINHEIRO DE VOLTA

Você sabe muito bem o quanto comprar um produto com defeito é frustrante! Por esse motivo, ao constatar o defeito muitos consumidores vislumbram a possibilidade de desistir da compra e ter o dinheiro de volta! A frustração pode ocorrer na compra de um eletrônico, um eletrodoméstico, uma roupa, um alimento, ou mesmo na compra de um automóvel ou um imóvel. Neste post você vai entender: Quando há defeito, o consumidor pode trocar o produto ou devolvê-lo com dinheiro de volta? Quais os direitos do consumidor na compra de um produto com defeito? Acompanhe nossas dicas de planejamento e direitos!

Defeito e Direito de Troca
Defeito e Direito de Troca

QUANDO HÁ DEFEITO O CONSUMIDOR PODE TROCAR O PRODUTO OU TER O DINHEIRO DE VOLTA?

Quais defeitos tornam possível a troca de um produto ou o dinheiro de volta? O artigo 18 da Lei 8.078/90 define os defeitos como vícios de qualidade ou quantidade que tornam os produtos impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor. No caso de imóveis ou automóveis podem ser também pendências administrativas no registro de imóveis ou no Detran / Ciretran que impedem o uso ou a transferência para o proprietário.

Quando há defeito, o direito à troca ou dinheiro de volta é possível em quais situações? Entenda que a legislação dá ao vendedor a possibilidade do conserto, quando possível! Por esse motivo, o consumidor terá o direito à troca ou o dinheiro de volta quando não é possível o reparo, ou o reparo desvalorizará o bem. É o caso, por exemplo, de um veículo zero quilômetro entregue batido! Também, quando a assistência técnica não consegue efetuar o conserto no prazo máximo de 30 (trinta) dias o consumidor poderá exigir a troca do produto ou seu dinheiro de volta. Muitos consumidores também têm conseguido o direito quando se trata de um produto essencial, como uma geladeira, e o consumidor não pode ficar privado do bem! Por esse motivo, o consumidor deve ficar atento porque o direito de troca ou o dinheiro de volta não é obrigatório em todas as situações!

NAS COMPRAS POR IMPULSO QUAIS OS DIREITOS DO CONSUMIDOR?

Muitos consumidores confundem o direito à troca ou o dinheiro de volta por defeito, também chamado de vício redibitório, com o direito de arrependimento. Quando o consumidor compra por impulso no ambiente virtual, por telefone, em domicílio ou por catálogo, tem o direito de arrependimento. É o prazo de 07 (sete) dias de reflexão a partir da data de entrega do produto. Nestes casos, o consumidor arrependido poderá devolver o bem e pegar seu dinheiro de volta sem explicar o motivo. O direito de arrependimento existe independente de qualidade ou defeito do produto!

Muitos consumidores também confundem a política de troca da empresa com a garantia ou o direito à devolução do dinheiro. Entenda que embora a política de troca em alguns casos assegure os Direitos do Consumidor, acaba tendo um efeito de marketing incentivando a compra por impulso sob o argumento de que é possível comprar e depois trocar o produto que não agradou!

COMPRAS POR IMPULSO – O MAIOR DESAFIO DO CONSUMIDOR!

O consumidor, na maioria das situações, não enfrenta reais problemas jurídicos! O maior problema ou desafio acaba sendo mesmo a compra por impulso. O consumidor, sem refletir, gasta seu valioso dinheiro para satisfação imediata ou passageira. O problema acaba sendo potencializado quando o valor do bem é elevado e o consumidor acaba recorrendo aos financiamentos para satisfazer o sonho!

Por esse motivo, além de ficar atento aos seus direitos do consumidor precisa também educar sua ansiedade para evitar problemas! Contudo, nos casos de efetivo defeito, o consumidor poderá fazer valer seus direitos! Não sendo possível o conserto ou havendo flagrante desvalorização do bem, o consumidor poderá buscar os órgãos de defesa do consumidor ou um advogado de sua confiança para devolução do bem com dinheiro de volta.

Como economizar nas compras com bons descontos? Gestão de Custos Startups e Modelos de Investimento Troca de produtos sem defeito! Atraso em Viagem
Como economizar nas compras com bons descontos? Gestão de Custos Startups e Modelos de Investimento Troca de produtos sem defeito! Atraso em Viagem